quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

O amor

Ah o amor... que nasce não sei onde, vem não sei como, e dói não sei porquê. (Luis de Camões)

Já faz uns tempos que eu havia pensado em escrever um blog, já que muitos outros indicam que quem sofre com dependência química ou co-dependência é bom desabafar.
Eu escolhi amar você, porque esse título? Porque eu realmente eu escolhi amar.
Eu escolhi amar meu amado, quando ninguém queria amá-lo, quando no auge da sua DQ ativa, os únicos sentimentos eram de raiva, culpa, não o agüento mais, eu escolhi amar.
Eu escolhi praticar o maior mandamento de Jesus Cristo aqui na terra, o amor.
Como diz em I Coríntios 13 – “o amor tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta...”, quando existe amor, existe uma esperança, uma vontade de lutar, algo que não deixa você desistir.
Jesus Cristo, nos ensina a não julgar, mas sim olhar as pessoas com amor.
Confesso que tem horas que é muito difícil, quando tudo conspira contra, mas mesmo assim, Ele continua tendo amor.
Eu escolhi Jesus Cristo como meu Poder Superior, o qual eu me apoio, o qual eu busco serenidade e sabedoria nos momentos de tempestade.
O intuito desse blog é partilhar, é trocar experiências, e saber que juntas podemos sim, ajudar nossos amados nessa luta diária.

Ontem – 22/02

Não foi um dia agradável, meu amado chegou transtornado, era notória a presença dela.
Na hora meu sentimento foi de raiva. Aqui, na minha cidade, eu diria que pelo menos, em cada 4, 5 bairros ou mais tem uma boca (que legal!).
Meu amado vive dizendo que traficante tem uma vida desgraçada, pois desgraça a vida dos outros, mas não só o traficante, o usuário também, seja ele passivo (aquele que usa esporadicamente) e ativo (freqüentemente).
Eu não sabia que reação ter, mas sempre me lembro que a mulher sabia edifica sua casa, mas como ter sabedoria nessa hora?
Mas mesmo assim, me lembrei da seguinte coisa, se um dia eu achar que sofro com a sua DQ, me lembro que ele sofre muito mais.
Ele foi ao mecânico ver o problema do carro, me ligou para avisar que estava voltando para casa, mas do lado do mecânico tem duas bocas, eu já sabia que isso ia acontecer.
Ele saiu da clinica no final de setembro de 2011, ficou quase 4 meses, mas saiu antes da conclusão do seu tratamento, não porque ele quis, mas sim porque a mãe quis assim (sim, às vezes as mães atrapalharam no tratamento dos seus filhos). Depois de sua saída, ele passou quase 3 semanas muito bem, e teve uma recaída. Depois dessa sua recaída, vieram outras, que vem até hoje.
Ele tem buscado recuperação, mas tem respostas que estão dentro dele, algo que ele tem que colocar em prática, que só ele pode fazer. Eu só posso ajudá-lo.
Ele já usou de tudo, cigarro, álcool, maconha, cocaína, crack, merla, oxi, LSD, ecstasi... Mas, sua droga de escolha é a cocaína, de forma inalada. Ele já foi viciado em crack, mas graças a Deus conseguiu superá-lo, agora só falta mais uma.

A história é grande, não vou contar tudo nesse post.
Mas voltando a falar de ontem, ele tomou 5 cervejas, e ele trabalha a noite, e quem disse que conseguia dormir?
Por conta do feriado, ontem eu entrei 13:00 no trabalho,e quando eu fui me despedir dele, ele falou, "espera ai, deixa eu terminar essa cerveja". Fiquei esperando, ele não estava bem. Mas mesmo assim, eu tinha que ir, pois estava me atrasando.
Me deu um abraço apertado, me beijou várias vezes, falei que se precisasse de alguma coisa era só me ligar.
Às vezes parece uma criança, de tão impotente, sem sabe o que fazer... Ele passava a mão na cabeça várias vezes, e respirava fundo...
Quem já presenciou cenas como essa, sabe o quanto é estranho, ou melhor, é uma mistura de sentimentos. No passado, eu iria me debulhar em lágrimas, hoje, graças a Deus, consigo me manter mais centrada, ter mais dominio próprio, porque sei que não vai adiantar nadar eu chorar, fazer escandâlo, e não vai ajudá-lo também.
A noite, ele levantou no horário de ir trabalhar, tomou banho, fez a barba, jantou. Se despediu, disse que me ama.
Ai falou que ia voltar pra Vila Serena (é uma instituição que ele ficou duas vezes se eu não me engano, em SP), e eu respondi: "Você não precisa mais disso, pois aquela foi a sua última vez, até porque você já sabe de tudo e só falta colocar em prática.
Jesus está do seu lado, antes você remava contra a maré, agora você está a favor."
Porque disse isso, amados ele vem de 16 internações, sabe que sua luta é aqui fora, tudo que ele tinha que aprender dentro de uma clínica, ele aprendeu, mas não cabe a mim colocar em prática o que ele aprendeu, e sim ele. Não adianta ficar se internando várias vezes e não lutar aqui fora. (Eu sou a favor de internação sim, principalmente em casos extremos).
É difícil se manter limpo nos dias de hoje, acredito que sim, mas não impossível. E como eu falo, para quem conseguiu vencer o crack, é apenas um passo para vencer a cocaína e se manter limpo.
Hoje de manha, ele levou o carro novamente no mecânico, terá que ficar lá o dia inteiro para arrumar o carro.
Veio aqui no trabalho pegar o cartão de crédito, ele está sereno, mas sinto uma pontinha de preocupação.

Mas, minha oração de hoje, é que Deus o abençoe, e lhe dê forças para suportar o dia de hoje.
No próximo post contarei mais sobre nossas vidas.

"Nenhuma situação é tão difícil e nenhuma infelicidade é tão grande que não possam ser superadas" (Livreto Azul do Nar-Anon)

11 comentários:

  1. Olá minha florzinha, seja bem vinda!! estamos aqui para compartilhar sentimentos, dividir nossas emoções e histórias.. e aprender também a lidar com tudo isso..
    Estamos juntas!!! tenho certeza que a vitória é certa em nossas vidas, conte comigo, grande beijo no coração!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bia, brigadão !!!

      Sempre juntas nessa batalha !

      Bjos

      Excluir
  2. Fico feliz por você estar partilhando aqui na net conosco, e agora por ter seu próprio cantinho de partilhas.
    Incentive, encoraje e tenha esperanças!
    Uma das inúmeras especialidade do Poder Superior é vencer o impossivel, o intransponível, mas Ele só age quando saímos da frente e deixamos Ele agir! Passo2

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou tudo Cicie, adoro suas sábias palavrass...

      E realmente é isso, quando deixamos Ele agir, tudo acontecer...

      Beijos

      Excluir
  3. Olá, que bom que resolveu escrever também, isso vai ajudar muito. Parabéns pela serenidade, vc poderia deixar de ir trabalhar pra ficar com ele, pra se certificar que ele ia ficar bem, mas, fez o certo, isso é encontrar a serenidade nos momentos dificies e isso o ajuda mto. bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Graças a Deus tenho encontrado a serenidade Giu.
      É difícil, mas aos poucos vamos conseguindo...

      Serenidade a todas nós..
      Bjs

      Excluir
  4. Nossa Mari, como você é serena, parabéns pelas atitudes, e parabéns pelo blog!
    Beijooosss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei nada querida, tenho muito que aprender, que às vezes a gnt tem vontade de surtar..hahahaha

      Obrigado, volte sempre!
      Bjooos

      Excluir
  5. Mari, que bom que você resolveu criar o blog... Eu sempre pensava em criar, e deixava pra depois. Quando criei me fez um bem tãooooooooo grande, que pensei: Devia era ter criado antes!
    Aqui, existe pessoas tão legais, tão amorosas, tão compreensivas... é uma troca de experiencias que ajuda muito!
    É uma verdadeira terapia!

    Sobre internação, mesmo o seu amor tendo tido varias... E eu concordo sim com o que você disse, que ele já sabe o que tem que fazer. Que o negócio agora é POR EM PRATICA tudo que ele já aprendeu. Acho que talvez seria bom, ele passar pelo menos 1, 2 meses em alguma instituição, só pra passar o período mais difícil de abstinência...
    Onde você mora tem N.A ? Ele vai sempre? Se ele não vai, o aconselhe a ir, pois todo DQ, que eu vejo limpo há um bom tempo é porque eles frequentam N.A.

    Espero que tudo fique bem...
    TAMO JUNTAS!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Maria, tudo bem ?
      Sabe que eu estou tendo essa sensação, porque não criei antes ?!?!rs
      Estou me sentindo mais motivada sabe, mesmo que o momento diga não, algo me motiva a dizer sim.

      E tem sido um prazer conhecer vcs, ter um contato maior, que antes eu só lia os blog, se bobiar, só comentava em um ou dois... É o que vc falou, uma verdadeira terapia.

      Eu já pensei nessa hipótese, se ele fosse para instituição, ele teria que sair do emprego, mas nesse momento de quitação das contas, não será possivel. É colocar em prática mesmo, ele tem um amigo que ia no NA com ele que o ajuda muito, e ele sempre partilha c/ ele, então, quando sinto que ele não está bem, aconselho ele ir lá partilhar.

      Ele ia frequentava as reuniões antes de trabalhar, dps que começou a trabalhar, esmoreceu. Ele trabalha a noite, então passa maior parte dormindo.
      Mas uma coisa que eu falei para ele, arrume uma atividade para fazer, ele gosta muito de praticar esportes, então ele quer voltar a praticar boxe, que é algo que ele gosta muito e o ajuda a se manter limpo. E o restante, eu falei pra ele, entrega na mão de Deus as dificuldades, viva um dia de cada vez, e coloca em prática tudo o que vc já sabe.

      Mas gostaria que ele voltasse a frequentar um grupo, é muito importante para recuperação.

      Semana que vem começa minhas aulas na faculdade, e eu tenho que fazer trabalhos voluntários (é uma maneira de pagar a bolsa que eu tenho), e disse a ele que iria procurar uma instituição para ajudar.
      Ele me falou, que já tem um tempo que está pensando em fazer isso.
      Tomara que dê certo, porque nada melhor do que se tratar ajudando uma pessoa com a mesma dificuldade que a sua, creio que será uma motivação a mais pra se manter limpo.

      Mas, amém, vamos esperar.

      Só por hoje companheira.
      TAMO JUNTAS!
      Bjoos

      Excluir
  6. Parabens pela sua escolha, escolheu amar, enquanto a maioria
    escolhe se afastar nestes casos.
    Pessoas como você são anjos que Deus manda para terra para ajudar a quem foi julgado e abandonado.
    Seja forte e acredite, pois se ele venceu o crack o resto
    com certeza é bem mais fácil.
    BJs.

    ResponderExcluir