sábado, 28 de abril de 2012

Quando tudo diz que não...


Estou sumida sim... Por causa dos trabalhos da facul, são muitos, mas graças a Deus já estou na reta final!
Mas não abandonei vocês...

Quando tudo começa a melhorar, a força do mal quer vir te derrubar.
Conforme o último post, no sábado de manha eu liguei para ele, falei tudo o que estava sentindo, falei que eu não gosto disso, que eu mereço no minímo uma satisfação.
Ele só ouviu, e falou que quando usa, eu sei que às vezes ele quer ficar sozinho.
Eu falei que independente disso, ele tem que me avisar, porque ele simplesmente pegou as coisas dele e foi embora, não avisou ninguém, nem minha mãe que havia deixado almoço pronto para ele naquele dia.
Claro que eu fiquei brava chorando..ahahaha
Eu sou manteguinha, muito sensível e confesso que tem horas que eu não gostaria de ser assim, gostaria de ser um pouco mais rude, indiferente, só que não consigo, mas amém...

Ai, ficamos bem, no sábado ele veio pra cá. Domingo de manha fomos à feira, comer o famoso pastelzinho de domingo, mais um docinho.
Como eu tinha que pagar uma conta, pedi para ele passar na loja, só que a loja estava fechada. Fomos até o centro verificar se a outra estava aberta, também não. O centro fica mais ou menos 10 minutos da casa dele, e ele resolveu passar lá para pegar algumas coisas.
Mas, fomos surpreendidos... 

Na frente do condomínio que ele mora, é uma avenida, que sobe e desce. Nos dois sentidos, tem um retorno. Nós estavamos sentido descendo, mas no meio da avenida tem uma rua para cruzamento. Cruzamos a avenida, paramos no retorno; estavamos conversando, quando sentimos uma batida forte.
Foi tão forte que o som do carro pulou para fora.
Era um rapaz com uma moto esportiva 600rr. 
Disse que nós haviamos fechado, retrucamos falando, que se realmente fizemos isso, teriamos pegado na pista central e não no canteiro de retorno.
E ai, ele não quis ir para o hospital, aparentemente não se machucou.
Fizemos o boletim de ocorrência.

Mas agora, o cidadão, está no pressionando para pagar e ainda por cima nos ameaçando, tanto ele como o irmão dele, falando que é bandido, que é isso, aquilo...
E confesso para vocês que eu estou preocupada, porque não somos culpados. Sabemos também, que nessa avenida tem radar, porém ele estava desligado, também sabemos que a moto dele de 0 a 100 faz em 3 segundos.
E detalhe, no asfalto não tem marca de freio e nem nada. Só Jesus na causa!

Estamos correndo atrás das imagens do condomínio e vendo o que pode ser feito. Ele bateu na lateral do passageiro esquerdo, bem na maçaneta.

Estamos orando para Deus nos dar a vitória, pois sabemos que não estamos errados pelo fato de estarmos parados e ele alegar que iria seguir em frente, mas só bateu em nós para desviar de outro carro.
Orem muitoooo por nós, para que essa situação acabe o mais rápido possível, pois é muito constrangedor ficar recebendo ameaças e sabemos que é um prato cheio para o adicto.

A parte boa é que o amado tem conseguido se manter limpo novamente, reparei que esses dias ele não tem usado, glória a Deus.

Amanha estaremos indo a delegacia para fazermos a ocorrência. E o amado não está andando com o carro. Como ele estava desempregado a pouco tempo, ainda não tinha dinheiro para colocar a situação do carro em dia e para ajudar sua CNH venceu. Recebemos 3 multas e sua CNH foi recolhida. A parte boa que não levaram o veículos. Glória a Deus.

E o lado triste, é que sua mãe, que tem condições de ajudá-lo financeiramente a resolver isso, seja com advogado, perito, qualquer despesa, está totalmente indiferente, e o amado está tão triste. Porque ela simplesmente fala que tem outras despesas, mas sabemos que ela pode e tem condições.

Mas amém! Eu estou crendo que de alguma maneira Deus vai nos dar a vitória.
Só peço que lembrem de nós em suas preces.

sexta-feira, 20 de abril de 2012

Ele faz falta...


Se ele soubesse a falta que ele me faz...
Sabe, eu escolhi amá-lo independente da sua adicção, ele me completa!
Mas é incrivél como ela tem o poder de virar a vida de uma pessoa de cabeça para baixo.

Eu não sei como meu amado está, na quarta feira de manha ele veio para casa, porém não ficou aqui. Pegou alguma de suas coisas e foi embora, sem falar nada, sem dar nenhuma satisfação.
Realmente eu não sei o que aconteceu, o que está acontecendo.

No dia seguinte, liguei para ele, disse apenas que quis ir para sua casa, e viria hoje.
Mas ele não veio =(
Nem me ligou, nem ontem a noite e nem hoje.
Eu tentei ligar para ele, mas só chamou e ninguém atendeu.

Não consigo compreender, pois não brigamos, muito menos discutimos.
Eu sei que a casa dele não é o lugar mais agradável do mundo, sei também que sua mãe não o ajuda em sua recuperação, mas não entendo porque isso aconteceu, claro que ele tem todo o direito de querer ir para casa dele, e respeito isso, mas não falou nada.
Porque ele mesmo disse, uns dias atrás que não dava para ficar lá.

Tenho medo, porque uma vez, sua mãe fez minha caveira, falando que eu queria dar o golpe da barriga, que eu era interesseira, e isso foi um momento muito difícil que me marcou muito.
Então, quando isso acontece, que do nada ele vai, não fala nada, não me liga, eu penso que é isso novamente. Na época, ela fez tanta pressão, que ele ficou balançado, e graças a Deus, tudo ficou bem, mas ainda me sinto mal, me sinto receosa, porque sei que ela não gosta de mim, e sei que pela minhas costas ela fala muita coisa ao meu respeito.
Só sei que Deus é minha testemunha, e que jamais eu pensei em fazer tudo isso que ela fala ao meu respeito, mesmo nós tendo padrões de vida diferentes.
Eu estou com ele, porque eu o amo, o amo de verdade! E sei que talvez outra não ficaria com ele por conta da sua adicção.
Mas eu escolhi amar!

Quando eu planejava a fazer esse blog, eu não tinha nenhum nome em mente, mas eu lembro uma vez, orando por ele, eu falei para Deus, que escolhi amá-lo apesar de todos os problemas, foi ai onde veio o nome do blog.

Ele é uma ótima pessoa, muito trabalhador, muito dedicado nas coisas que faz, mas sei que não é no meu tempo que as coisas acontecem.
Mas me dói tanto quando ele faz isso. Me dá um aperto no coração.
E sem falar com ele, sem saber como ele está, sem ao menos uma ligação dele.
E me dói quando ele fala que vem, mas não vem. Eu fico esperando, esperando, olhando pela janela e nada.

Talvez ele esteja usando ou não. Talvez ele esteja bem ou não.
Tantas incertezas.

Eu só queria que ele falasse, que está bem ou que não está bem, só queria que ele falasse vou ficar aqui na minha casa, não eu não vou ficar, apenas uma satisfação sabe.
Ele não tem que viver em função de mim e nem eu dele, mas apenas queria conversar com ele.

Mas não sei... Não sei, só tristeza e mais tristeza.
E daí eu fico pensando se eu fiz algo de errado, se aconteceu alguma coisa na minha ausência.

E o meu pai, para quem não tinha o menor perfil de que aceitaria uma pessoa adicta, diz que ele faz falta, perguntou hoje de manha quando que ele vem de novo. Ele diz que ele é o filho que não teve.
Eu sou filha única.
E minha mãe também, pergunta dele, mas eu estou me esquivando.
Me dói, porque eu não sei o que está acontecendo, eu perguntei ele disse que estava tudo bem, mas eu não sei, porque se estivesse ele me ligaria, ele viria me ver.

Perdõem pelos desabafos, mas eu estou tão triste hoje.
Claro que eu também penso na minha co-dependência, mas pelo menos uma satisfação, uma ligação ou até mesmo um tchau...

terça-feira, 17 de abril de 2012

Quando vento soprar


"Quando o vento soprar tudo vai se mover
Tudo volta ao lugar quando o vento soprar
" (Quando o vento soprar - Adilson Silva)

Às vezes, paramos e pensamos, até quando esse vento ficará aqui?
Essa tem sido minha pergunta.

Meu amado não está bem. Não sei qual é o conflito que ele está tendo.
Domingo conversamos, ele disse que às vezes tem R$30,00 reais na mão, sabe que se gastar aquilo com droga vai ficar sem nada, mas mesmo assim não consegue se segurar.

Hoje, cheguei mais cedo da faculdade e pude encontrá-lo. Seu olhar estava vazio, estava triste, sinto que ele está sofrendo, mas somente ele pode dar um basta nesse sofrimento.

Eu desejo que ele encontre a serenidade, mas o desejo maior tem que ser dele.
É triste ver como a droga desgraça uma pessoa, que chega um momento que não é mais a pessoa, é a adicção quem está falando.
Não podemos julgar jamais qualquer pessoa, principalmente nossos queridos.
Alguns falam que quem usa droga é vagabundo, é mal caráter, tamanho engano!
Infelizmente é a maldita droga que distorce tudo, que vira a pessoa do lado do avesso.

Independente do que está se passando, meu amor por ele continua o mesmo, e eu tenho fé que ele vai ficar bem.
Tenho fé que essa tempestade vai passar, que em breve ele encontrará o seu ponto de equilíbrio.

Eu peço a vocês, que continuem lembrando de nós em suas preces, porque às vezes achamos que Deus não ouve, mas Ele ouve sim, mesmo o silêncio dele, mesmo tudo estando a mil por horas, eu sei que Ele está ouvindo.
Então, continue lembrando de nós em vossas preces. Conto com vocês!
Desde já, meu muito obrigado.

Até quando vai durar essa crise, eu não sei, mas espero que passe logo.
Como diz a música, quando o vento soprar tudo vai se mover; eu creio que vai se mover para o melhor.
Eu acredito no potencial dele.

Não vou estender muito o post de hoje. Desde de cedo estou para poucas palavras.
Não pelo fato de ter visto o amado ruim, mas dormi mal essa noite.
Graças a Deus, estou conseguindo manter meu equilíbrio, optei pelo silêncio.

Serenidade.

sábado, 14 de abril de 2012

Crise


Não sei nem como começar o post!
Eu não sei se eu estou triste, se eu estou chateada, não sei.

Fomos pagar uma conta e depois eu passei na faculdade para resolver um probleminha de uma matéria, ele foi abastecer o carro.
Na volta, voltou com uma lata de cerveja na mão.

A bebida é a porta de entrada para tudo.

Pois é, meu amado está em crise!
Nem olhei no seu rosto a hora que entrei no carro, na pequena demora para me pegar, já logo pensei que algo aconteceria, e dito e feito.
Dava para abastecer 10 carros o tempo que eu fiquei lá, mais o tempo de demora da volta.
Ontem foi dia de adiantamento para ele, ai já viu.

Nem toquei no assunto, entrei em casa, fui ver meu cachorrinho, que ainda está um pouco molinho por conta da medicação, mas graças a Deus já está melhor.
Peguei o note, para fazer as coisas da facul, tem muitaaaaaaaaaaa coisa para eu fazer.

Ele disse que vai me ajudar, mas sabe quando você fica sem sentir nada, pois é, é assim que eu fiquei.
Até tentei acreditar que ele não tinha feito nada, mas, mera ilusão.
Ele tomou banho, e foi dormir. Sentei na cama para falar do meu trabalho, mas parece que eu fiquei sem sentimento, sem reação, sem nada naquele momento.

Eu fui abraçá-lo e me despedir para ele "tentar" dormir, mas ele não quis me beijar, mais uma prova de que usou.

Não consigo definir como eu estava aquele momento, parece que eu estava vazia, é essa impressão que eu tive.

Minutos depois, ele levantou, disse que queria dar uma volta, eu falei que estava de boa.
Dai ele falou novamente, eu disse que tudo bem. Conversamos um pouco, ele falou, que logo que saiu do trabalho deu um tiro, mas guardou e na volta para me buscar na facul usou o restante.
Não falei nada.
Falei sobre meu trabalho, meus estudos, que eu realmente preciso de ajuda. Como ele se formou na mesma área que eu (Eu faço Administração, ele fez o mesmo curso só que com ênfase em Comércio Exterior), ele tem mais experiência do que eu, e sabe muito mais coisas.
Ele é muito dedicado aos estudos, quando pega algo para estudar, estuda muito, até poder falar muito bem no assunto.
Depois eu estava com fome, ele comprou um lanche para mim e viemos para casa.

Hoje de manha, ele foi trabalhar. Fiz o seu café, o seu pão na chapa.

Às vezes, por mais que eu saiba que se um dia eu achar que eu sofro com isso, eu sei que ele sofre bem mais; tenho a impressão que ainda existe um certo prazer em usá-la.
A droga ela tem o poder de estragar qualquer pessoa que usa, mesmo aquelas que usam socialmente. O pós droga é muito ruim, eu vejo por ele.
E ai vem a pergunta, por que ainda usá-la?
Nunca saberemos o que se passa na cabeça de um adicto.

Bem, se ele quiser continuar se enganando,  é uma escolha dele, quem sabe um dia acorda!
Pra quem já é experiente demais na área, chega né!
Mas, quem tem que dizer isso para maldita droga é ele e não eu.
Eu desejo que só por hoje ele consiga superar esse dia com serenidade, paz de espírito e domínio próprio.
E só por hoje, eu consiga me manter firme e forte na minha recuperação.

Serenidade.

"As ondas tentam me desesperar, me desacreditar. Os ventos dizem que tudo isso é bobagem, e o que vale é a realidade;
Mas em Tuas mãos eu posso ter, força pra seguir e não olhar pra trás;
Só quero ouvir Tua doce voz a me dizer: Vem sem medo, vem!"
(Sobre As Águas - Nívea Soares)



quinta-feira, 12 de abril de 2012

Silêncio


Às vezes, a melhor coisa é se manter calada, em silêncio.

O amado chegou bem cedo hoje, do seu horário de costume, me acordou... Mas logo notei a lata de cerveja na mão dele.
Já sabia que "ela" tinha dado as caras de novo. Desde do último episódio até hoje, ele estava limpo.
Não sei o que aconteceu, não sei o que está acontecendo.
Eu não fico contando quantos dias ele está limpo, já contei várias vezes e não lembrava de mim.
Sabia fazer o 4º passo sobre a vida dele e da minha própria vida, não.
Por isso, hoje eu não conto mais.

Eu voltei a dormir. Levantei era 6:30hrs, meu horário de costume para ir trabalhar, e era notório sua inquetação.
Ele levantou várias vezes, ia no banheiro, depois ia tomar água. Até falou que não estava conseguindo dormir, porque será né?
Mas não falei nada, estava muito cansada.

Voltei a trabalhar na segunda, bastante serviço acumulado, novas tarefas para eu realizar, dois treinamentos, e algumas desmotivações no ambiente em que trabalho.

A faculdade, consegui a transferência por uma melhor e mais próximo da minha casa; porém as matérias estudadas não tem nada haver com a outra que eu vi na antiga faculdade, ou seja muita matéria acumulada.
Peguei logo uma semana de prova. Não fui.
Estou tentando resolver minha situação com o coordenador, tem solução, graças a Deus!
Três trabalhos, duas matérias online com trabalhos e provas, por último uma aula completar.
Detalhe, tenho que entregar os três trabalhos dentro de 8 dias, e as matérias online até dia 06/05, Jesus me ajude!

Voltando ao assunto, eu não falei nada para ele. A hora que eu estava saindo, me despedi, e ele estava indo no quintal fumar um cigarro.

Agora noite, fiquei triste, meu cachorrinho está doentinho. Abri a porta de casa, ele estava todo encurvado, chorando.
Fiquei desesperada, pois ele operou no ano passado de uma hérnia perineal, e eu achei que tinha voltado e fosse isso.
Ai eu o levei as pressas para o veterinário, a princípio é problema na coluna, menos mal.
Mas só essa ida, mais a aplicação da injeção e um anti-inflamatório - R$100,00.

O amado que me levou, ele acordou comigo chorando, falando ao telefone com a minha mãe e ficou todo preocupado.
Agora noite, ele foi trabalhar, só que eu achei um pano com secreção nasal, com um pouco de sangue, não muito, igual quando ficamos com gripe forte e assoamos o nariz, tem sangue na secreção.

Me preocupou, mas não posso fazer nada.
E ele me falou que está com alergia novamente. Eu sei que não é alergia.
Por mais que ele tome banho, faça a barba, eu conheço a pele dele quando usa.

Mas eu toquei meu dia, trabalhei, não fiquei pensativa. Agora noite, vou estudar para as provas onlines, e o amado vai me ajudar nos trabalhos.

O silêncio às vezes é a melhor resposta.
Eu sei que ele está envergonhado, eu sei que ele está sofrendo; mas é opcional continuar insistindo no erro tentando obter resultados diferentes! Essa é a realidade.

Está nas mãos de Deus e ali vai ficar! Acredito que Ele está no controle de tudo.
Eu o amo, mas só posso intervir se ele quiser minha ajuda, se ele quiser se abrir comigo.

"Só entende o valor do silêncio, quem tem a necessidade de calar para não ferir."

domingo, 8 de abril de 2012

Feliz Páscoa


Feliz Páscoa a você que visita meu blog!

Talvez para alguns não seja uma páscoa tão feliz; para outros será excelente.
Mas eu quero fazer 1 minuto de silêncio por cada pessoa que ainda está ativa, por cada pessoa que infelizmente hoje não voltou para casa ou talvez não irá voltar. 
1 minuto de silêncio as pessoas que infelizmente estão cegas pelos seus vicíos.
1 minuto de silêncio para as pessoas que ainda não voltaram a sanidade.
1 minuto de silêncio a todas as pessoas que estão esperando "aquela" pessoa retornar, que mesmo com o coração ferido, não vai lhe negar um abraço, ou pode ser que vai.

Mas, 1 minuto de silêncio em agradecimento por cada vida que esteja bem ou mal.

Jesus Cristo quando morreu, foi um dia negro, foi um dia em que se ele quisesse rejeitar a cruz, ele poderia ter feito isso.
Mas naquele momento, ele lembrou de mim e de você. Lembrou até daquela pessoa que dizemos que não tem mais jeito; e assim mesmo resolveu morreu por cada um de nós.

A páscoa ela simboliza a libertação da escravidão do pecado. Por isso que Jesus morreu, para livrar a humanidade da condenação do pecado.

Ainda que tudo esteja parecendo ao contrário, creia que as coisas vão se melhorar. Deus tem para cada um de nós um plano, e às vezes esse plano poder ser difícil de entender, compreender e viver, mas saiba, que tudo tem um tempo e que o melhor ainda está por vir!
Eu creio que o tempo de vitória vai chegar na vida de cada um de nós.

Viva o hoje!
Comemore a páscoa celebrando a vida, independente de qualquer problema, celebre a vida.

Feliz Páscoa e um domingo abençoado.

"Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados." (Isaías 53.5)
Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.
Isaías 53:5
Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.
Isaías 53:5
Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.
Isaías 53:5

quinta-feira, 5 de abril de 2012

O que falar ?


O que falar quando vem mais uma recaída?
Não tem o que falar, é uma escolha dele e não minha!

A recuperação também é dele, e não minha.
Mas dessa vez, consegui conversar.

Segunda-feira eu comecei minha terapia, foi ótima, e já comecei a ter feedback. O meu médico pediu para conhecer o amado, falei que o levaria na próxima sessão.
Quando foi na terça-feira, ele recaiu, logo quando saiu do trabalho.
E daí no meio do conversar, comentei sobre a terapia e falei para ele que o médico quer conhecê-lo, ele aceitou, e disse disposto fazer a terapia também, só que será individual; acho melhor assim, pelo menos ele fala dos seus problemas e medos e eu falo dos meus.

A noite ele mal conseguia levantar para ir trabalhar, consequência do uso.
Hoje de manha (04/04), ele chegou antes do seu horário de costume, estava bem cansado.
Dormiu o dia inteiro, conversou um pouco comigo, mas nem toquei no assunto, acho que não vale a pena ficar lembrando.

Hoje eu estou melhor, ontem também estava, apesar da recaída. Li todos os comentários, e tenho fé que essa situação vai mudar.
Não vou desistir dele, e eu sei que ele pode vencer essa maldita droga.
Conto com todas vocês amigas! Obrigado por cada palavra ♥

Bem, mudando totalmente de assunto...
O amado inseriu algo no seu tratamento, chama-se Chia.
Ele comprou um pacote com as sementinhas de 300g.
Abaixo alguns benefícios dela:

Chia para que serve
Chia para que serve em dietas nutricionais de emagrecimento não deixa dúvidas, a semente oferece ótimos resultados principalmente para quem precisa de força e resistência física. Recentemente foi descoberto seu incrível poder nas dietas de perda de peso pois é rica nos nutrientes indispensáveis para o bom funcionamento do organismo.
Ômega 3 na chia Possui teor mais elevado do que o encontrado em outras sementes.
Fibras na chia Favorece o trânsito intestinal e elimina as toxinas do corpo.
Cálcio na chia Recentemente descoberto, que ele também ajudava a queimar gordura no organismo.
Magnésio na chia Reduz a incidência da síndrome metabólica, condição que inclui o acúmulo de gordura abdominal.
Potássio na chia Essencial para a contração muscular, desempenha um papel importante nas atividades físicas melhorando o ritmo de bombeamento do coração e movimento do corpo.
Proteína na chia Um dos nutrientes principais que o corpo utiliza para gerar energia, sendo essencial para formação o dos músculos que queima mais calorias.

Chia benefícios
Chia benefícios que podem além de ajudar a emagrecer também contribuir na manutenção da saúde física e mental, por ser rica em quase todos os tipos de nutrientes ela se tornou um forte aliado principalmente para quem segue uma dieta de perda de peso, veja as vantagens de incluí-la na alimentação.
Chia promove a saciedade
Chia combate inflamação
Chia desintoxica
Chia reduz o colesterol
Chia controla a glicemia
Chia ajuda na formação óssea
Chia previne o envelhecimento precoce
Chia melhora a imunidade do organismo

Onde comprar?
Chia onde comprar atualmente ficou fácil e acessível a todos, a semente pode ser encontrada em lojas de produtos naturais, disponível em alguns supermercados ou vendida em lojas pela internet.

Eu recomendo para qualquer pessoa, estou fazendo o uso desde de segunda, e já notei diferenças no meu corpo, notei que a gordurinha abdominal diminuiu, a saciedade, porque estou comendo menos e me sinto mais disposta.
O indicado é consumir uma colher (sopa) 30 minutos antes das principais refeições. Eu consumo com água ou suco de soja (Ades) ou com iogurte.
Detalhe, ela não tem gosto de nada.

Minhas férias estão acabando, e vou aproveitar esses últimos dias, por isso que estou um pouco sumida, mas graças a Deus está tudo bem!
Manterei vocês informadas minhas irmãs queridaaa!!!
Amo vcss ♥

Serenidade!






Fonte: http://dietaedicas.com/postagem.php?id_post=97

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Ela apareceu...


Alguém apareceu, sem pedir licença... Ela mesma!
Apareceu para falar que está viva!

Eu só sei que não tive reação, fiquei muda! Não conseguia falar nada, não conseguia expressar nada.
Travei!
O amado é muito sincero comigo, nunca me escondeu nada, e o admiro por isso.
Íamos sair, ele passou na sua casa, passou ao mercado e comprou um ovo de páscoa para mim, sabendo o quando eu sou "chocolatra", ele comprou melhor.
Mas, a sua mente fechou, e naquela luta de ir ou não ir, ele manipulou a si próprio, disse que seria só um, foi mesmo.
Apenas uma carreira, apenas um vacilo, o suficiente para tirar tudo do equilíbrio.

Senti que ele estava demorando, mas não encanei. A hora que ele chegou, logo vi seu rosto transformado, e ele disse: "amor, eu não vou esconder nada de você, não aguentei!".
Na hora eu respondi que já imaginava, eu nem queria sair mais, mas saímos com a sua irmã.

Eu continuei travada, sem reação, eu queria falar alguma coisa, mas a única coisa que eu conseguia fazer era ficar em silêncio.
E ele começou a me falar vários de seus conflitos, coisas do dia-a-dia, que talvez se tivesse falado antes, poderia assim evitar uma recaída.
Naquela hora, eu me senti impotente, por não saber identificar seus conflitos, seus problemas, por conviver com ele todos esses dias, achando que estava tudo bem e não estava.
Claro, é opção dele querer falar; mas eu o conheço, pela sua voz, pelo jeito que me toca, pelo jeito que me chama, e como eu não pude perceber ?

Fomos para um local mais calmo, até passar o efeito, ele continuou bebendo. Dormiu um pouco, e depois eu falei que o amo, e também que não havia dito nada por não ter sabedoria, por ter medo de falar coisas que eu não devo.
Ele só falou que eu poderia ter respondido suas perguntas.

Mas eu confesso, eu travei! Não conseguia sair nada.

E hoje, até falei do psicólogo, e ai falamos de ontem, e quase acabamos discutindo. Segundo ele, eu agi de forma errada, que eu poderia ter conversado, ter falado alguma coisa.
E disse mais, que se algum dia isso se repetir, ele vai ficar longe de mim, porque ontem ele queria uma ajuda, e eu fiquei calada!
Eu falei que não, que eu prefiro que ele esteja aqui, do meu lado, do que ficar pela rua, do que ficar com outra pessoas consumindo.
E ai, se eu continuasse, iria virar uma bela discussão, e nós estávamos indo jantar com seus pais.

Sabe, tem horas que eu não consigo me expressar, eu só consigo ficar quieta, observando.
Ele sabe que eu falo, que eu gosto de conversar, mas às vezes eu tenho isso.
Até então, ele parecia que ia bem na sua recuperação, retomando suas atividades, mas...

Eu não sei o que fazer... Eu não sei como agir... Eu não sei se agi certo ou errado.
E uma das suas frases foi: "você é a única pessoa que eu posso contar", e eu sei disso, que na real circunstância, está difícil ele ficar na casa dele, que a única pessoa que o apoia, o motiva, que sempre está junto, sou eu! (Tirando o pai, que também o motiva, mas tem os problemas da mãe, e infelizmente ele fica divido, em quem apoiar).

Hoje, meu sentimento é tristeza, porque fui impotente, contínuo sendo impotente, e será que eu deveria ter agido assim? Se eu tivesse uma reação, qual seria? O que eu falaria?
Foram tantos desabafos, que eu me vi perdida, travada.
Não sei...
Eu quero que isso passe logo.

Eu quero continuar vivendo aqueles dias que eu relatei aqui, dias felizes! Mesmo sabendo que dias tristes também existem, mas quero viver ao lado dele, sem "ela" dando oi.

Eu quero ficar bem com ele, não estamos brigados, mas eu estou com esse sentimento, talvez indefinido, não sei.
Eu quero que isso saia de mim, e que hoje seja um dia diferente!
Que essa última semana de férias seja a melhor possível.

Não o culpei, poderia ter falado que ele vacilou, que ele poderia ter sido mais forte, mas não, optei por não falar isso, até porque, sinto que ele está baqueado, e ressentido pelo que aconteceu.
Mas não podemos fingir que nada aconteceu, infelizmente ela passou por ali, e deixou a sua marca.

E só queria que ele se abrisse comigo, que falasse das suas dificuldades, até das dificuldades comigo. E sei que eu não seria capaz de impedi-lo de nada, mas assim poderíamos pensar numa solução com serenidade.
Sei também que adicto manipula situações, como ele manipulou; mas o primeiro passo é reconhecer, e lembrar que junto NÓS podemos vencer, sozinho é praticamente impossível.

Só espero que isso passe...