sábado, 28 de abril de 2012

Quando tudo diz que não...


Estou sumida sim... Por causa dos trabalhos da facul, são muitos, mas graças a Deus já estou na reta final!
Mas não abandonei vocês...

Quando tudo começa a melhorar, a força do mal quer vir te derrubar.
Conforme o último post, no sábado de manha eu liguei para ele, falei tudo o que estava sentindo, falei que eu não gosto disso, que eu mereço no minímo uma satisfação.
Ele só ouviu, e falou que quando usa, eu sei que às vezes ele quer ficar sozinho.
Eu falei que independente disso, ele tem que me avisar, porque ele simplesmente pegou as coisas dele e foi embora, não avisou ninguém, nem minha mãe que havia deixado almoço pronto para ele naquele dia.
Claro que eu fiquei brava chorando..ahahaha
Eu sou manteguinha, muito sensível e confesso que tem horas que eu não gostaria de ser assim, gostaria de ser um pouco mais rude, indiferente, só que não consigo, mas amém...

Ai, ficamos bem, no sábado ele veio pra cá. Domingo de manha fomos à feira, comer o famoso pastelzinho de domingo, mais um docinho.
Como eu tinha que pagar uma conta, pedi para ele passar na loja, só que a loja estava fechada. Fomos até o centro verificar se a outra estava aberta, também não. O centro fica mais ou menos 10 minutos da casa dele, e ele resolveu passar lá para pegar algumas coisas.
Mas, fomos surpreendidos... 

Na frente do condomínio que ele mora, é uma avenida, que sobe e desce. Nos dois sentidos, tem um retorno. Nós estavamos sentido descendo, mas no meio da avenida tem uma rua para cruzamento. Cruzamos a avenida, paramos no retorno; estavamos conversando, quando sentimos uma batida forte.
Foi tão forte que o som do carro pulou para fora.
Era um rapaz com uma moto esportiva 600rr. 
Disse que nós haviamos fechado, retrucamos falando, que se realmente fizemos isso, teriamos pegado na pista central e não no canteiro de retorno.
E ai, ele não quis ir para o hospital, aparentemente não se machucou.
Fizemos o boletim de ocorrência.

Mas agora, o cidadão, está no pressionando para pagar e ainda por cima nos ameaçando, tanto ele como o irmão dele, falando que é bandido, que é isso, aquilo...
E confesso para vocês que eu estou preocupada, porque não somos culpados. Sabemos também, que nessa avenida tem radar, porém ele estava desligado, também sabemos que a moto dele de 0 a 100 faz em 3 segundos.
E detalhe, no asfalto não tem marca de freio e nem nada. Só Jesus na causa!

Estamos correndo atrás das imagens do condomínio e vendo o que pode ser feito. Ele bateu na lateral do passageiro esquerdo, bem na maçaneta.

Estamos orando para Deus nos dar a vitória, pois sabemos que não estamos errados pelo fato de estarmos parados e ele alegar que iria seguir em frente, mas só bateu em nós para desviar de outro carro.
Orem muitoooo por nós, para que essa situação acabe o mais rápido possível, pois é muito constrangedor ficar recebendo ameaças e sabemos que é um prato cheio para o adicto.

A parte boa é que o amado tem conseguido se manter limpo novamente, reparei que esses dias ele não tem usado, glória a Deus.

Amanha estaremos indo a delegacia para fazermos a ocorrência. E o amado não está andando com o carro. Como ele estava desempregado a pouco tempo, ainda não tinha dinheiro para colocar a situação do carro em dia e para ajudar sua CNH venceu. Recebemos 3 multas e sua CNH foi recolhida. A parte boa que não levaram o veículos. Glória a Deus.

E o lado triste, é que sua mãe, que tem condições de ajudá-lo financeiramente a resolver isso, seja com advogado, perito, qualquer despesa, está totalmente indiferente, e o amado está tão triste. Porque ela simplesmente fala que tem outras despesas, mas sabemos que ela pode e tem condições.

Mas amém! Eu estou crendo que de alguma maneira Deus vai nos dar a vitória.
Só peço que lembrem de nós em suas preces.

8 comentários:

  1. Ai que coisa né amiga, a gente não entende pq essas coisas acontecem, vamor orar e tudo vai se ajeitar...
    Beeijãoo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém, graças a Deus as coisas estão se ajeitando!
      Mas pensamos, por que saimos de casa esse dia? Por que não mudamos o caminho?

      É meio difícil de compreender..

      Beijoooos

      Excluir
  2. A unica coisa que sei é que mãe tem sempre que socorrer o filho
    nos momentos difíceis, afinal ela tem que dar graças a Deus por
    não ser uma dívida com traficantes por exemplo.
    Mas enfim perdoe o modo de falar amiga, é que ando meio revoltada com certas atitudes de alguns pais de hoje em dia, a impressão que dá é que querem que os filhos se explodam.
    Eu daria minha vida por um filho meu.
    Tamujuntas sempre.
    Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Fee, eu sou da mesma opinião, mas a querida mãe dele faz uma indiferença, principalmente porque ele está comigo, ela faz de pirraça sabe...
      É tão ridiculo isso, tão infantil...

      Sempre juntasss
      Beijooos

      Excluir
  3. Nossa que complicado essa situação da batida neh amiga?!
    Mas tenha fé no seu Poder Superior, que tudo dará certo
    tenha certeza disso!
    Estou aqui torcendo por vocês!!!

    Pena que não deu pra gente se ver... :/
    Mas no fim do mês, acho que vou praí novamente aí nos encontramos sem falta... marcamos qlq coisa


    beijosss!! Fique na paz...
    tamoJunto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigaa, eu estou te esperando!

      Infelizmente não deu para nos vermos, mas vamos nos ver o/

      E a batida, não vou ficar me preocupando, se não eu choro, que do jeito que eu sou mantegona..ahahahahaha


      Beijooos
      Sempre juntaaas

      Excluir
  4. oi mari, tudo bem? Espero que sim meu anjo. Estou com saudades de vc viu? Aparece.
    Tamujuntas.
    BJs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tooo de voltaaaa amoreee!!!!!!

      Sempre juntaaas!
      Bjoooos

      Excluir